domingo, 5 de agosto de 2012

Constipava até aterrissar

 
Sentidos aleatórios
Evitava o sufoco até que não estivesse mais sobre o controle.
sentidos contrários
desordem, descrê
Confundem...

Do que escrevo e não vejo
o estalo: Riso que sussurra, pilhas de ruínas empoeiradas.
Descrevo para compreender
porém Há a imensidão: dos prazeres
E os olhos do que sofre.
 

Há os que vêem e aterrizam ...
Há os que voâm, para desprender-se
do solo, e guiam-se em qualquer sopro
que levante vôo.

Desordeno; Revejo...
o visonário refez todos os proximos instantes,
Extirpou ao que provara ser sua fraqueza.

Voltou a si, descrente da volta
outra nova-idade
Decidiria:

Flutuar ou caminhar sobre a terra molhada!?



Doou o pessimismo à folhas que ainda secariam
O bom dia; Passa olhando nos olhos.

3 comentários: