quinta-feira, 26 de julho de 2012

Em outro porto

Por via das dúvidas
Ouvia sem pranto
por costumes de dedicar à lembranças, flores do presente, Alento.

Por vias das dúvidas
Atento ao medo.

Suplicava ao passado que esconde-se-o, esconderia-o da mente,
por entre ventre, invisível, divisível, indizível
Nunca fora dito.
Nem demente; não saberia.




Ora, o pensar precede a ação,
Ora, que a ação recebe o pensar.
porção portão, pouca poça, com bons portos
abstém, doma o aborto.
ideais sobre um ser entre outros que sabem
e coube ao que sabe. Ao que é...
por via das dúvidas
elevou-se com o que absorve. 




Por via das dúvidas 
simplifica a dívida 
com o próximo instante, e o que a palavra assombra, própria sombra.

Sem inspecionar a dúvida, permaneceria em divida...
Mas com quantas voltas
a dúvida torna-se-ia sem dívida?
por quantos custos?
Acervo, de cerca.
Ao célebre, cerebelo.
Acertos em provisórios improvisos:
                    Providencia à lembrança,
   Ascensão sem pretensão.


cumprimenta-se a plateia.
Veste-se da estrada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário