segunda-feira, 23 de setembro de 2013

cabeças enfileiradas

com a arma apontada para cabeça,
escolhemos um curso técnico.

com a arma apontada para a cabeça,
vamos a qualquer trabalho.

com o disparo a poucos segundos de ocorrer, desviamos do novo

com mais um segundo passando,
o ciclo estático e uniforme.

nos transportes
públicos lotados, desfilam relógios importados

um a um com a cabeça no alvo...
compram diplomas de graduação em balcões.

e
o estrondo,
um enorme buraco,
donde se podia ver as mentes caírem mortas ou definhando, e alguns dos últimos da fila desviando da rota que a bala mantinha;

Nenhum comentário:

Postar um comentário