quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Ametista

Amuleto de meditação

Sob a terra 
o fogo
transmuta a madeira
o caos de-mente
Acompanhava viajante que moldava
Passos
Por nomes que dava às nuvens

Ao tropeçar sobre uma ametista
Caiu sobre o buraco seu tronco
Com os pés para cima
A cabeça em direção a pedra dava somente uma visão

O corpo estático
O homem esforçava
e de nada adiantava;

As premissas
do estado de iminência

Ametista
transmuta os seres que nela
atingem os olhos

o universo cadenciava

os olhos entornavam entre tons
do grito
ao silencio da alma
tingiam
as suposições do desejo
com rara alma     

o eco abafado,
em ritmos elétricos e veloz
Vibram
Predominando
O sensitivo
Ao abismo

A queda emite luzes
O ritmo diminui
O azul ganha vermelho
E o amarelo respira junto com o verde

As chamas que sequenciam
Alinham espasmos
Tornando flácidos

O calor
Livre
Apropria-se do ar

As chamas que presas aos olhos
Eram materiais
Junto da água
Despertava outras dimensões


- Pois estás convertido ao século XV
                                                                   a morte dormia
- ficou pra traz o século
XXI



o surdo que lançava sobre os frenesi da mente
aprendeu a contar até si
mas não contava
                                                                                        fingia ouvir tudo

o cego em que não enxerga o mundo em rotação
Age como o mudo, acredita no estático;

brigada do espirito
Parodiava a mente ao ser
                                                                                               real e sonho

o sol
deu cores à fumaça
da aguá que despencara, junto da noite sobre as chamas;
libertando-as;


A pedra perdeu a cor
O homem despertou
Soluçava com o esforço conseguiu mover, por todas as direções,
Até que saisse da posição que aniquilava os movimentos;

- Preciso encontrar esta rocha, tem de haver outras;



Com os olhos no chão, viajantes andou por montanhas, vales, praias e jamais encontrou outra Ametista;

3 comentários:

  1. de acordo com a antiga crença
    esta pedra protegia seu dono da embriaguez

    ResponderExcluir
  2. Há de saber quem real intenção tiver, há de entender quem verdadeiro for. Seja assim, perfeito amor e perfeita confiança! Há de descobrir os poderes de cada pedra!
    Adorei Rodrigo!

    ResponderExcluir