sábado, 19 de janeiro de 2013

In-pulsante

Coincidiu o vácuo
e o passo
dado
o tropeço
fora voo, queda e voo.

A Espera de um ato,
sem roteiro.

De uma rota
ingrime
sobre a grama
ou amariam as pontes?

antes
atravessaríamos
em um só salto
atravessemos
Pontificaste um som com
que fizeste a ponte cantar

Teu destino
é ao outro lado
ao ponto que não entendemos
e hoje propomos a realidade.

não investigo
mais os vestígios...
ser o que se induz é perigoso...
porém
Libertador.
Dores que aprendemos com o respirar,
Cegaram os manuais do impulso.


3 comentários:

  1. Os impulsos são nossas essências,
    mas podem nos levar ao inexplicável,
    A um ponto que nos desconhecemos.

    É quando outro impulso se faz necessário.
    Inflando os pulmões ressecados
    e impulsionando-nos à tomada de novos ares...

    Viajei nas metáforas...hahaha
    Ficou foda esse!

    ResponderExcluir
  2. dentro um barulho
    contém medo

    ResponderExcluir