sábado, 14 de abril de 2012

Momento vitrola

Estive por horas em frente as prateleiras
meus discos estavam antiquados para quem eu estava.
sei que sou,
quando entendo que estou assim.

Então eu ia até o toca disco,
posicionava a capa inclinado pela parede e o chão
e apontava para criado-mudo com os retratos.
sem que descesse a agulha, confirmo.
- Não entenderia, se o ouvisse...
antes que eu voltasse deixo  o disco ao lado da vitrola
e a capa ainda posicionada ao lado das outras

Só substituía o ritual
quando reencontrava o que precisava ouvir,
nunca devolvi um disco para as prateleiras.

Quando ouvi ...
fui à janela,
e fiquei até que terminasse.
Não o era mais aquele d'antes.


2 comentários:

  1. Nossa Ro,
    cinematográfico!!!
    Adorei

    ResponderExcluir
  2. Que disco foi esse que botou pra ouvir que não o deixou mais como d'antes?rsr

    Valeu Ro!
    Muito bom!!!

    ResponderExcluir