sábado, 2 de janeiro de 2016

Linha tortas, Setas.

Sonhos

Ponho em panos

limpos com o rosto

o choro da viola

Era o sorriso da harmonia

Som da solidão

cantava para Já.

Quem quer vingança!?

não espere que eu me renda

pois descosturar é atar o passado
desata ando no futuro...





Nenhum comentário:

Postar um comentário